TURISMO LOCAL SUSTENTÁVEL PARICATUBA NA TRILHA DA HISTÓRIA

TURISMO LOCAL SUSTENTÁVEL PARICATUBA NA TRILHA DA HISTÓRIA

PARICATUBA SUSTAINABLE LOCAL TOURISM ON THE HISTORY TRACK

Razão social da empresa: INSTITUTO AMAZÔNIA EQUATORIAL – AME

CNPJ da Empresa: 10.905.762/0001-90

Nacionalidade da Empresa: Brasil

Responsável pelo projeto: Sandra Thalyta Barros de Melo

Data estimada de início: 01/10/2021

Data estimada de conclusão: 05/01/2022

Natureza do Investimento: Brownfield

Modelo de Contrato: Doação

Valor estimado do investimento: $143,987.00

Estimativa de novos empregos: 200

Metragem de área construída total do projeto em m²: 2500

Metragem de área total adquirida em m²: 2500

Grupo operador: INSTITUTO AMAZÔNIA EQUATORIAL – AME

Descrição do projeto:

1- JUSTIFICATIVA

 

O projeto pretende criar um centro turístico comunitário no Município de Iranduba, especificamente na comunidade de Paricatuba, que possui alto potencial turístico, tanto por suas belezas naturais, quanto pela arqueologia que remonta a historia dos séculos anteriores.

O turismo tem demonstrado ser uma das atividades mais importantes na economia mundial, segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT). De acordo com a OMT, no documento Panorama do Turismo Internacional – Edição 2009, atualmente, o mercado de viagens representa 30% das exportações mundiais de serviços e 6% das exportações mundiais totais. 

Como categoria de exportação, o turismo se situa em 4º lugar, atrás apenas dos combustíveis, produtos químicos e automóveis. Para muitos países a atividade turística é uma das principais fontes de receita e imprescindível para a geração de emprego e renda. Apesar da previsão de que a receita do turismo internacional no mundo tenha sido 6% menor em 2009, esse número ainda representa algo em torno de U$ 900 bilhões e as tendências para 2010, são de uma sensível retomada dos negócios nessa direção.

No Brasil, infelizmente, há uma grande concentração das atividades do turismo nas regiões centro sul e nordeste, sendo que a Amazônia representa uma parte insignificante desta atividade, com poucos empreendimentos, sendo um numero tímido dos que beneficiam as comunidades do entorno.  

Diante da importância do turismo para o mundo, sobretudo para esta região, considerando o acervo de riquezas ecológica e arqueológica da comunidade de Iranduba, este projeto foi concebido no sentido de fortalecer e sistematizar a atividade, aparelhando e capacitando os próprios comunitários para gerir o empreendimento.

Este projeto se justifica não somente por seu potencial econômico identificado neste local, mas pela capacidade de formação de um capital social local, que, com as possibilidades de trabalho, poderá promover a geração de renda, por conseguinte, melhorar a qualidade de vida dos moradores da vila de Paricatuba.

O projeto se constrói sob o conceito de turismo de base comunitária, onde se propõe um modelo de desenvolvimento que privilegie o ser humano, que garanta condições de vida digna a todos os cidadãos, centrado em uma cultura de cooperação, parceria e solidariedade.

Neste sentido, o projeto é importante por baseiar-se na economia solidária, e se apresenta como alternativa aos projetos de turismo convencional, como uma oportunidade importante de valorização de práticas sustentáveis de uso dos recursos naturais e da promoção da interculturalidade.

O projeto é de extrema relevância para o município, pelo fato de ter fácil acesso através da ponte Rio Negro, desponta com alto potencial econômico. Outro fator relevante, é que este projeto, não se baseia somente na construção de infraestruturas meramente turísticas, mas sua importância se cristaliza pelas possibilidades que socialmente se apresentam, entre elas, na capacitação e formação de mão de obra local dos moradores e no intenso trabalho de conservação ambiental.

Estes eixos de construção e capacitação de mão-de-obra, irão suscitar a sustentabilidade da atividade turística do local, garantindo bom atendimento ao turista, sendo mais um elemento favorável no elenco de benefícios, aliados ao apelo arquitetônico e natural do lugar, ampliando ainda a atratividade do local.

Neste contexto, o projeto construído a partir da noção de turismo de base comunitária, se configura numa estratégia importante no cenário amazônico, uma forma de integração da renda para as populações, que vivem essencialmente de atividades extrativistas e de agricultura de sustentação.

Além de todas essas vantagens, o projeto pretende contribuir na redução dos impactos sobre os recursos naturais, pois valoriza a conservação do ambiente, promove ações econômicas sustentáveis, fortalece a organização comunitária, estabelece.

 

2. OBJETIVOS

• Desenvolver o turismo local sustentável de base comunitária, a partir do turismo ecológico e arqueológico na comunidade de Paricatuba no município de Iranduba, com a implementação de infraestrutura turística e capacitação profissional dos moradores em diversas áreas.

 

3. METODOLOGIA

 O projeto pretende incrementar a infraestrutura turística na sede da Vila de Paricatuba, município de Iranduba, a partir de três eixos:

EIXO 1: Construção de Infraestrutura turística no local. CONSTRUCAO DE:

• 2 km de trilhas na área arborizada da comunidade, iniciando nas proximidades da praia, até o centro turístico;

• 01 área para central de artesanato;

• 01 unidade de gestão ambiental;

EIXO 2: Formação de Mao de obra local. CAPACITAÇÃO NAS SEGUINTES ÁREAS:

• Guia turístico mirim;

• Guia turístico de trilha;

• Café regional;

• Cozinha regional;

• Doces e salgados regionais;

• Atendimento ao público;

• Hotelaria;

• Camareiro/zelador;

• Educação ambiental;

• Jardinagem, horta e produção de mudas;

Organização comunitária;

• Teatro;

• Música;

• Primeiros socorros;

• Artesanato regional;

• Línguas (noções básicas de inglês e espanhol);

• Designer regional;

• Beneficiamento de raízes amazônicas;

 

O projeto será desenvolvido em duas fases, sendo a primeira, a construção da infraestrutura de turismo, em seguida, o fornecimento dos equipamentos para o funcionamento da infraestrutura . E por ultimo, a formação da mão de obra local, sendo inicialmente , a formação de líderes em organização comunitária , para que possam gerir os investimentos , através de normativas e estatutos específicos , sendo ainda, organizados os sistemas de cessão de uso de áreas comercial do centro turístico.

A fase de capacitação de mão de obra, será realizada em função das necessidades da comunidade, concomitante á fase da obra e aparelhamento do local.

 

4. RESULTADOS ESPERADOS

O projeto pretende aparelhar a comunidade com infraestrutura, equipamentos e conhecimento técnico para o desenvolvimento do turismo ecológico e arqueológico, de base comunitária, transformando a realidade socioeconômica da Vila de Paricatuba.

Habilitar a Vila e seus moradores, para a atividade turística, aproveitando elementos como a proximidade e a facilidade de acesso á capital, a existência de sítios arqueológicos na área e a exuberância da fauna e flora que tanto atraem os turistas.

O acompanhamento dos resultados do projeto será realizado pelo Ministério     do   Turismo , via Amazonastur   ,  e  Instituto    Amazônia Equatorial , que  através  da  parcerias  privadas , serão  mantenedores  da área ,  em  que  os  cessionários    pagarão   taxas   para   uso  das  áreas comerciais, sendo então, este projeto, totalmente sustentável.

 

5. LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DAS AÇÕES

• Vila de Paricatuba, Município de Iranduba calhas do Rio Negro.

 

6. PÚBLICO ALVO

Publico Direto:

200 Hotéis, 2 Milhões de turistas ano,   mais de 300 instituições de ensino municipal e estadual, e companhias do Polo Industrial de Manaus.

 

07. FORMA DE GESTÃO / REDE DE PARCERIA

A gestão deste projeto será feita pelo Instituto Amazônia Equatorial – AME , que selecionará os monitores para a realização das aulas.

A Amazonastur,  entrará  com  aporte  financeiro no valor de R$ 143.987,00, conforme  metas  estabelecidos  no  termo  de  cooperação  técnica, custeando  do  processo  administrativo e logístico do projeto.

 

08. MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

•       A execução do projeto será de responsabilidade o Instituto Amazônia Equatorial, coordenado por um Turismólogo contratado;

• O monitoramento das ações executadas ocorrerá no decorrer da execução do projeto, ao encerramento de cada mês, sob a responsabilidade do coordenador.

•       Serão realizados 02 relatórios no final do término da execução do projeto, visando perceber os avanços do projeto.

Anexo(s):

paricatuba-1.jpg

1- BACKGROUND
In this context, the project built on the notion of community-based tourism, is configured in an important strategy in the Amazonian scenario, a way of integrating income for the populations, who essentially live from extractive activities and sustainable agriculture.
In addition to all these advantages, the project aims to contribute to reducing the impacts on natural resources, as it values ​​the conservation of the environment, promotes sustainable economic actions, strengthens the community organization, it establishes.
 
2. OBJECTIVES
• Develop sustainable community-based local tourism, based on ecological and archaeological tourism in the community of Paricatuba in the municipality of Iranduba, with the implementation of tourist infrastructure and professional training for residents in various areas.
3. METHODOLOGY
 The project aims to increase the tourist infrastructure at the headquarters of Vila de Paricatuba, municipality of Iranduba, based on three axes:
AXIS 1: Construction of tourist infrastructure on site. CONSTRUCTION OF:
• 2 km of trails in the wooded area of ​​the community, starting near the beach, to the tourist center;
• 01 area for handicraft center;
• 01 environmental management unit;
AXIS 2: Training of local labor. TRAINING IN THE FOLLOWING AREAS:
• Child tourist guide;
• Tourist trail guide;
• Regional coffee;
• Regional cuisine;
• Regional sweets and snacks;
• Customer Service;
• Hospitality;
• Chambermaid / janitor;
• Environmental education;
• Gardening, vegetable garden and seedling production;
Community organization;
• Theater;
• Song;
First aid;
• Regional handicrafts;
• Languages ​​(basic notions of English and Spanish);
• Regional designer;
• Improvement of Amazonian roots;
The project will be developed in two phases, the first being the construction of the tourism infrastructure, then the supply of equipment for the operation of the infrastructure. And lastly, the training of the local workforce, initially being the training of leaders in community organization, so that they can manage investments, through specific regulations and statutes, and the systems for assigning the use of commercial areas are also organized. from the tourist center.
The workforce training phase will be carried out according to the needs of the community, concomitant with the work phase and equipment of the site.
4. EXPECTED RESULTS
The project intends to equip the community with infrastructure, equipment and technical knowledge for the development of ecological and archaeological tourism, based on community, transforming the socioeconomic reality of Vila de Paricatuba.
Enable the Village and its residents, for tourism, taking advantage of elements such as proximity and easy access to the capital, the existence of archaeological sites in the area and the exuberance of fauna and flora that attract tourists so much.
The monitoring of the results of the project will be carried out by the Ministry of Tourism, via Amazonastur, and the Equatorial Amazon Institute, which, through private partnerships, will maintain the area, where the assignees will pay fees for the use of the commercial areas, being, therefore, this project, totally sustainable.
5. GEOGRAPHICAL LOCATION OF ACTIONS
• Vila de Paricatuba, Municipality of Iranduba along the Rio Negro.
8. TARGET AUDIENCE
Direct Public:
200 Hotels, 2 Million tourists per year, more than 300 municipal and state education institutions, and companies from the Manaus Industrial Pole.
06. MANAGEMENT FORM / PARTNERSHIP NETWORK
The management of this project will be carried out by the Instituto Amazônia Equatorial - AME, which will select the monitors to carry out the classes.
Amazonastur, will receive a financial contribution in the amount of R $ 143,987.00, according to goals established in the technical cooperation term, paying for the administrative and logistical process of the project.

 

 

07. MONITORING AND EVALUATION
• The execution of the project will be the responsibility of the Equatorial Amazon Institute, coordinated by a hired Tourismologist;
• The monitoring of the actions performed will occur during the execution of the project, at the end of each month, under the responsibility of the coordinator.
• 02 reports will be made at the end of the end of the project's execution, in order to understand the progress of the project.

 

Anexo(s):

paricatuba-1.jpg

 

Dados sociais, econômicos e ambientais do local do projeto: