Parque Nacional da Chapada dos Guimarães/MT

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães/MT

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães/MT

Razão social da empresa: Ministério do Turismo

CNPJ da Empresa: 05.457.283/0002-08

Nacionalidade da Empresa: Brasil

Responsável pelo projeto: Coordenação-Geral de Aproveitamento Turístico de Ativos de Domínio Público

Site da Empresa: www.turismo.gov.br

Data estimada de início: 15/04/2021

Data estimada de conclusão: 31/12/2021

Natureza do Investimento: Brownfield

Modelo de Contrato: Concessão

Valor estimado: Entre USD 1 – USD 10 milhões

Estimativa de novos empregos: Até 49

Metragem de área construída total do projeto em m²: 32.630.000

Metragem de área total adquirida em m²: 32.630.000

Grupo operador: Ministério do Turismo

Descrição do projeto:

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães foi criado em 12 de abril de 1989 pelo Decreto Lei 97.656. Com 32.630 ha, protege amostras significativas dos ecossistemas locais e assegura a preservação dos recursos naturais e sítios arqueológicos existentes, proporcionando uso adequado para visitação, educação e pesquisa.

Localizado nos municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães, seu acesso é feito pela Rodovia Emanuel Pinheiro – MT 251, que margeia e corta o parque em grande extensão.

De Cuiabá até a entrada principal do parque são 50 quilômetros. Se o ponto de partida for a cidade de Chapada dos Guimarães, a entrada está a 11 quilômetros de distância.

A rodovia, apesar de asfaltada, não tem acostamento e o trajeto é, em sua maioria, feito em pista simples com vários trechos de aclive. Recomenda-se atenção redobrada em período de férias e feriados, uma vez que o trânsito aumenta.

Para os que não estão de carro, é possível pegar um ônibus na rodoviária de Cuiabá para Chapada dos Guimarães. Há ônibus praticamente a cada 1 hora e trinta minutos, mas vale a pena confirmar os horários de saída e se o ônibus é direto (sem paradas no percurso) ou tem parada no Véu de Noiva (Parque Nacional). Os atrativos do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães são abertos de acordo com a capacidade de gestão e com a adequação das estruturas e do sistema de controle e monitoramento do parque, de modo a garantir uma visitação segura, agradável, de baixo impacto ambiental e que ofereça experiências diferenciadas ao visitante.

 

Dados sociais, econômicos e ambientais do local do projeto: