MUSEU DO PORTO DE MANAUS

MUSEU DO PORTO DE MANAUS

PORT OF MANAUS MUSEUM

Razão social da empresa: INSTITUTO AMAZÔNIA EQUATORIAL – AME

CNPJ da Empresa: 10.905.762/0001-90

Nacionalidade da Empresa: Brasil

Responsável pelo projeto: Sandra Thalyta Barros de Melo

Data estimada de início: 01/10/2021

Data estimada de conclusão: 01/10/2022

Natureza do Investimento: Brownfield

Modelo de Contrato: Doação

Valor estimado do investimento: $3,587,000.00

Estimativa de novos empregos: 80

Metragem de área construída total do projeto em m²: 1000

Metragem de área total adquirida em m²: 1000

Grupo operador: INSTITUTO AMAZÔNIA EQUATORIAL – AME

Descrição do projeto:

1.    OBJETIVO

 

Revitalização do Museu do Porto de Manas, e instalação do acervo histórico tem o objetivo de resgatar não só a história do Porto de Manaus, mas também a da navegação e do comércio no período áureo da borracha, o Museu do Porto teve seu acervo reunido a partir de 1981, por iniciativa da Administração do Porto de Manaus – APM. Sua inauguração aconteceu em 28 de janeiro de 1985, nas comemorações de 117 anos da abertura dos portos brasileiros às nações amigas.

 

Seu acervo era composto por, aproximadamente, trezentas peças, entre documentos, móveis, máquinas e outros. Em sua coleção, existem mapas e plantas originais, como os desenhos que serviram para as obras de construção da antiga Alfândega, e uma antiga locomotiva.

 

Há, também, fotografias, antigos relógios de parede, instrumentos de engenharia, além de um espaço onde será recriado o ambiente de um armazém de aviamentos e de um escritório da firma inglesa Manáos Harbour Limited, responsável pela construção do porto.

 

Instalado na esquina da rua Governador Vitório com a Boulevard Vivaldo Lima, s/n, Centro – em um prédio construído em 1903 e que abrigava as máquinas geradoras da Manáos Harbour –, o Museu do Porto foi fechado “para reforma” no final da década de 90, e até o presente momento continua fechado.

 

2. DETALHAMENTO DAS ATIVIDADES

 

O projeto de revitalização, além da preservação e pesquisa, também contará com a exposição do acervo em horários de abertura continuada de exposição;

 

Projetaremos e implementaremos uma nova exposição de longa duração, organizada em núcleos temáticos, com novos suportes expositivos (sonorização, nova iluminação do espaço, textos explicativos em “sanduíches de vidro”, ampliação do espaço expositivo, dentre outros). Em termos de pesquisa, iniciaremos um processo de entrevista com historiadores locais, tendo como base a metodologia de história oral. Diante da concretização das primeiras atividades propostas, redefinimos novas frentes de trabalho e delimitamos frentes de ações futuras, para além daquelas ações continuadas as quais nos referimos anteriormente. A partir dessa reflexão, propomos a criação de exposições temporárias que comporiam os discursos centrais do museu, em suas heterogêneas dimensões. Diante de um número significativo de máquinas e fotografias de reserva técnica. Partimos da lógica que, por meio desta exposição temporária seria possível criar um elo maior com a comunidade ao representar a importância do Porto de Manaus e sua história para a cidade de Manaus, e o Brasil. Essa exposição foi pensada a partir de duas premissas fundamentais: o estímulo da memória em torno do Porto e cercanias, e a busca pela dinamização das ações do museu, de forma a extroverter ao público os trabalhos e as pesquisas que serão realizadas ao longo dos anos. Buscaremos também, a investigação sobre os objetos expostos, a fim de recuperar informações sobre a sua história, de modo a estabelecer uma melhor comunicação entre o público e a temática proposta. Para incrementar o diálogo com o visitante, será feito o uso de iconografia, de sonorização de máquinas trabalhando, de objetos autênticos que estarão em reserva técnica, de material de apoio, que serão coletadas, editadas e disponibilizadas ao público. Buscamos com essa variedade de suportes de informação aguçar a reflexão do público sobre a importância histórica do Porto de Manaus e sua história. 

 

 

 

 

Revitalization of the Museum of Porto de Manas, and installation of the historical collection aims to rescue not only the history of the Port of Manaus, but also that of navigation and commerce in the golden period of rubber, the Museum of Porto had its collection brought together from 1981, at the initiative of the Administration of the Port of Manaus – APM. Its inauguration on January 28, 1985, in the celebrations of 117 years of the opening of Brazilian ports to friendly nations.

 

Its collection consisted of approximately three hundred pieces, including documents, furniture, machines and others. In its collection, there are original maps and plans, such as the drawings that served for the construction works of the old Customs, and an old locomotive.

 

There are also photographs, old wall clocks, engineering instruments, as well as a space where the environment of a refurbishment warehouse and an office of the English firm Manáos Harbor Limited, responsible for the construction of the port, will be recreated.

 

Installed at the corner of Rua Governador Vitório and Boulevard Vivaldo Lima, s / n, Centro – in a building built in 1903 and which housed the generating machines of Manáos Harbor -, the Porto Museum was closed “for renovation” at the end of the decade from 90, and until the present moment it remains closed.

 

2. DETAILS OF ACTIVITIES

 

The revitalization project, in addition to preservation and research, will also include the collection’s exhibition during the opening hours of the exhibition;

 

We will design and implement a new long-term exhibition, organized in thematic groups, with new exhibition supports (sound, new lighting of the space, explanatory texts on “glass sandwiches”, expansion of the exhibition space, among others). In terms of research, we will start an interview process with local historians, based on the oral history methodology. In view of the completion of the first proposed activities, we redefined new work fronts and delimited fronts for future actions, in addition to those continued actions to which we referred previously. Based on this reflection, we propose the creation of temporary exhibitions that would compose the central discourses of the museum, in their heterogeneous dimensions. Faced with a significant number of machines and photographs of technical reserve. We start from the logic that, through this temporary exhibition, it would be possible to create a greater link with the community by representing the importance of the Port of Manaus and its history for Manaus, and Brazil. This exhibition was conceived from two fundamental premises: the stimulus of memory around Porto and surroundings, and the search for the dynamization of the museum’s actions, in order to extroverter to the public the works and research that will be carried out over the years . We will also seek, the investigation on the exposed objects, in order to recover information about its history, in order to establish a better communication between the public and the proposed theme. To increase the dialogue with the visitor, the use of iconography, the sound of working machines, authentic objects that will be in technical reserve, support material, which will be collected, edited and made available to the public will be used. We seek with this variety of information media to sharpen the public’s reflection on the historical importance of the Port of Manaus and its history.

 

Dados sociais, econômicos e ambientais do local do projeto: